× iCasei

Baixe o App do nosso casamento e busque: victoredayane

Baixar

Dayane e Victor

SEJAM BEM-VINDOS AO NOSSO SITE
Dayane e Victor

História dos noivos

"...Pois nós éramos apenas crianças quando nos apaixonamos".

Estudávamos na mesma escola, eu com quatorze anos e ele dezesseis, nunca imaginávamos nos conhecer, nem se quer havíamos nos visto no lugar que mais frequentávamos todos os dias.

Eu sempre com minhas amigas na escada da escola, e ele com os amigos na quadra de futebol, os grupos de amigos se tornaram comum, até que uma amiga minha se apaixonou por um amigo dele, o Vinicius Baitz (Covinha). Ela queria se aproximar dele, então a solução foi que eu começasse uma conversa com um de seus amigos.

Como sempre, lá estavam eles na quadra de futebol, e por acaso eu e minhas amigas também! Então a minha amiga ficou me pedindo para falar com alguém do grupo dele, eu fiquei parada olhando e apenas a ouvindo encher o meu saco, e não sei o porquê, mas dos quatro meninos sentados na quadra de costas para nós, eu pedi para que um colega próximo a mim se aproximasse e perguntasse o nome de um menino em específico. O meu colega então foi até a quadra e bateu nas grades que estavam atrás deles, os quatro olharam com uma cara de dúvida, e ele então perguntou quem era o menino específico, esse que nem se quer acreditou e achou que estavam o confundindo com um dos outros meninos, mas mesmo assim desconfiado ele disse o seu nome, então meu colega voltou até mim e disse que ele era o Victor, o “Vitão”.

Depois do nome, veio à pergunta, “como conversar com ele?” Porque a coragem me faltava, e a timidez tomava conta! Então mais do que depressa recorri ao famoso e falecido Orkut, mandei o convite e ele aceitou, peguei também o MSN e a partir desse dia foram inúmeras conversas, onde claro a minha amiga estava incluída, e o assunto todos os dias era sempre o mesmo, o Covinha, até que um dia abri o MSN e fiquei esperando a mesma coisa de sempre, a conversa entre eu, minha amiga e ele. Porem nesse dia foi diferente, ela não estava na conversa, pois ele havia a excluído, e a partir desse dia éramos apenas nós dois. A rotina se tornou a mesma de sempre para nós, íamos a escola, não nos falávamos pessoalmente, saíamos da escola, chegávamos em casa e então virtualmente conversávamos como se fossemos amigos que se conheciam por anos!

Após muitas conversas, risadas e músicas, eu estava apaixonada, aliás, eu me apaixonei no dia em que soube o nome dele, então eu tomei a decisão de chegar na escola e simplesmente beijá-lo, mas não foi bem assim, no dia seguinte como de costume fui para a escola e fiquei esperando ele chegar, e quando ele entrou pelo portão com uma camiseta verde e calça clara eu fiquei ali parada apenas o admirando e adivinha? A coragem me faltou novamente. Então pensei em um plano B, chegaria em casa e me declararia virtualmente, aliás éramos tão amigos e conversávamos tanto, que eu tinha certeza que dessa maneira daria tudo certo! Mas novamente a coragem não apareceu e eu resolvi esquecer aquilo e deixar tudo como estava, no entanto todos já sabiam que eu estava completamente apaixonada, apenas ele fingia que nada estava acontecendo.

Os dias passaram, e alguns meses também, até que a coragem "apareceu” e resolvi falar o que realmente estava sentindo, na verdade não fui eu quem contou e sim minha mãe pelo MSN! Já que me faltava coragem para escrever, ela escrevia tudo o que eu falava. Então ele leu, e os minutos em que fiquei aguardando uma resposta, pareciam eternos, até que a resposta dele foi "devemos dar tempo ao tempo”. Depois disso, apenas me afastei e passamos alguns dias sem nos falar. Até que ele resolveu vir conversar comigo, e essa conversa durou por quatro meses, até que finalmente ele me chamou para sair, e nosso primeiro encontro foi no lugar onde mais frequentamos hoje em dia, o shopping. A partir daquela noite do dia 10/12/10, estávamos namorando!

E após sete longos anos de namoro e de muita cobrança, ele viu que não tinha mais como escapar. Então no dia 17/08/17, o esperado e sonhado pedido de casamento aconteceu!

Era o dia do seu aniversário e combinamos de sair para jantar. Minha mãe inventou que me buscaria no trabalho, e me levaria até a casa dele, pois gostaria de lhe dar os parabéns. Quando cheguei, a mãe dele me recepcionou dizendo que ele estava no computador jogando, e como sempre fiquei brava. Então quando entrei me deparei com uma surpresa mais linda do que eu poderia ter sonhado, a sala estava à luz de velas, a nossa música tocando e na parede estava à pergunta "Quer Casar Comigo?”, naquele instante tive várias reações, mas sem hesitar fui logo dizendo "CLARO QUE SIM!!”.

E hoje aqui estamos nós, aguardando o dia mais esperado, o nosso 10/11/18!

Fotos Recentes